quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Boa sorte

Então, boa sorte. Amarro a fitinha do Bonfim, seguro meu coração e vou em frente. Pego logo um ramo de arruda pra garantir e tomo um banho de sal grosso, que é pra renovar (e afastar mal-olhado). Cruzos os dedos e pego meu trevo-de-quatro-folhas. Coração na mão, olhos fixos, cabeça centrada (ou não). Sorriso brilhante, vontades e vontades... E lá vou eu!
Quer me encontrar por lá? (Para me segurar...)







Todos os direitos reservados.



Nenhum comentário:

Postar um comentário