domingo, 17 de junho de 2012

Verdade ou consequência?

 Quero, mas não posso porque fica feio. Ligo ou não ligo no dia seguinte? Faço tudo pra ela ficar a fim e depois saio fora. Enrolo pra ele me querer mais. Joguinhos (idiotas) que infelizmente às vezes funcionam - até hoje. Num mundo em que buscamos liberdade de expressão, direitos iguais, fazemos tudo e mais um pouco e temos o melhor, ainda existem pessoas que brincam com os sentimentos dos outros. Não precisa nem ser sentimentos propriamente ditos, mas ainda existe esse costume antigo de fingir pra conseguir algo. Tem os caras que enrolam a menina a semana inteira só pra levá-la pra cama no fim-de-semana, os que fingem não gostar só pra ela ficar mais a fim (quando no fim, quase perdem o lugar), as meninas que não ligam no dia seguinte pra serem "difíceis", e por aí vai. E o pior é que muito disso funciona, quando as pessoas deveriam ser mais sinceras e menos hipócritas. Como já disse por aqui, se quer, diga, se não quer, diga também! Estou errada? São apenas palavras, mas que podem significar muito pra quem ouve. Sem contar que não perco meu tempo e nem você o seu.
 Ninguém tem obrigação, realmente, de ligar no dia seguinte ou algo do tipo. Você simplesmente pode não estar na mesma onda do outro, ou tudo pode ter sido uma mera diversão. Mas se quer, por que não? Não existem regras para viver, e acho que muita gente perde ponto por isso. E perde a vez. Ou porque foi de mais ou porque simplesmente não foi. Deixou de ir porque pensou no que o outro iria pensar. Deixou de pensar em si. Claro, primeiro eu! Mas se eu quero, não posso dizer só pro outro ficar mais a fim de mim? Hipocrisia. Porque quando a gente quer, corre atrás. Do mesmo jeito que, se não quer, nada faz querer. E meninas, quando um cara quer, ele fala. Não acreditem em papinhos furados ou desculpinhas tortas. Meninos, elas também querem saber quando vocês querem! Ou seja, mais ação e menos pensamento velho!  Foi-se o tempo em que fazer charme funcionava mais do que um bom papo. 
 Indiretas deveriam ser mais diretas. É simples, só falar que não quer - ou quer. Ligar, mostrar que tá a fim. Ou deixar claro que aquilo é apenas diversão. E se passar disso, deixar rolar. Porque pode ser que passe. O jogo uma hora vira e tudo volta. Enrolar alguém não é legal, aliás é bem feio. O mundo precisa de mais atitude e os relacionamentos precisam de mais sinceridade. E nós ainda precisamos uns dos outros, ninguém vive sozinho. 






Todos os direitos reservados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário